Vídeos

Mensagem de Ano Novo para 2018 de Catarina Martins.

Resoluções Mesa Nacional

Opinião

É preciso ter coragem e força de condenar este ataque, a mesma força e coragem que alguns têm tido para condenar a acção de Bashar Al Assad e da Rússia. O único lado que há para defender é mesmo o do povo sírio. O mundo está a ser comandado por loucos. Se aceitarmos fazer-lhes companhia, somos cúmplices.

Compete aos nossos autarcas e a toda a população comprometerem-se num caminho coerente e concertado, para uma estratégia valorizadora da região de Coimbra, como pólo charneira de múltiplas acessibilidades entre o litoral e o interior de Portugal. 

Não é preciso ser especialista na matéria para saber que, no dossiê ‘cultura’ – como em todos os demais dossiês de política pública - se tem avolumado a tensão entre dois modelos de país e que essa tensão, mais dia menos dia, irrompe em protesto social.